Diário Virtual

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Contemplando o Teu amor


Quando olho para o céu vejo as maravilhas de Deus, compreendo
que a vida vai muito além do que ousamos imaginar...
Contemplo o poder de Deus e sua magestade só de ouvir
o barulho das águas correndo e descendo pela relva...
Um breve instante em tua presença me faz ficar maravilhado
e constrangido com imenso amor;
Até mesmo as estrelas são capazes de contemplar a grandeza
 dos teus feitos...
Em cada descoberta me pego mais apaixonado e fascinado pela
sua pessoa, três que se tornam uma única;
Não somos capazes de tocar o vento ou vê-lo, mas sabemos que o mesmo
existe e assim também é o Teu amor para conosco...
Todos os dias quando levanto tenho a plena convicção de que o teu amor
é quem me sustenta;
Apenas vejo a tua beleza e peço para que me ensines a alegrar o teu coração
todos os dias de minha vida!

Daniela Gomes de Almeida



sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Saudades

E quando derrepente bate uma saudade...
Da terna amizade extraída do peito...
Do sorriso meio que sem jeito...
Daquele abraço bem apertado...
Uma saudade...
Dos sermões amorosos e delicados...
De todo o tempo gasto...
Das conversas sem nada demais...
Ah que saudades...
Saudade de te ouvir dizendo que me ama...
Das exortações com clareza...
De toda a caminhada...
E, quando vem essa saudade...
Olho para as lembranças de um tempo que foi real...
De algo sobrenatural...
Do carinho e do afeto que existiram um dia;
Me apego nessas lembranças e elas me fazem reviver...
Me fazem crer que embora longe é possível existir e crer que vale a pena estar aqui...
Todas essas lembranças me recordam de que o sentido da vida está ao olhar para a cruz...
Essa saudade nasce aqui dentro meio que sem jeito, aperta o peito, mas me deixa feliz...
Creio que no momento certo, um dia você entenderá que foi o mais correto...
Com imensa saudade me lembrarei de você (sempre)!

Daniela Gomes de Almeida


terça-feira, 2 de agosto de 2011

Não vou parar


Repouso os meus sonhos em suas mãos...
Descanso em ti o meu coração;
Tudo me pode ser tirado nesta vida, mas existe algo que ninguém
me tira: o seu amor!
Olho em direção a todas as estradas, mas só consigo me firmar olhando
para os caminhos que tens pros meus pés...
Mesmo que por desfiladeiros eu passe...
Mesmo que a dor venha ferir-me...
Mesmo que o chão saia debaixo dos meus pés...
Eu repouso em ti os meus sonhos;
Por muito tempo vaguei sem direção...
Cai em meio a escuridão...
Mas, o teu amor foi tão grande...
Inexplicável o que sentes por mim;
Mesmo que a lua não brilhe mais e o sol não nasça ao amanhecer...
Mesmo que o céu se feche e torne-se como bronze...
Mesmo que a figueira não floresça...
Em suas mãos deposito meus sonhos;
Não há nada que possa me fazer parar de sonhar com os teus sonhos para a minha vida!

Daniela Gomes de Almeida

Teu amor



Fiquei maravilhado com o teu amor...
Pegou-me de surpresa e apenas um dia foi o suficiente para amar-te por toda a minha vida;
Senti naquele instante mágico o teu amor me envolver de uma forma tão sublime que, palavras não são capazes de descrever o que hoje sinto em meu ser...
Ouço o teu nome e tudo em mim é aquecido, a paixão aumenta a cada segundo que passo a teu lado e conheço mais de ti;
Quão inexplicável é descrever em palavras  o que hoje o teu amor me causa...
É tão incrível que mesmo em meio as guerras eu posso sonhar...
Em meio a dor eu posso me alegrar...
E na saudade contigo eu posso estar...
Me asseguro de que em ti o descanso para a minha alma existe...
Ganho vida ao pensar em ti, ao abrir a minha boca e proferir palavras de graças, ganho vida por simplesmente ser amado por ti...
Tu és maior que todas as coisas, nada pode ser comparado...
Não há nada que eu possa fazer que corresponda tamanho amor;
A tua beleza me proporciona paz, a tua voz me traz calmaria...
Estendo minha mão ao céu e tu a segura fortemente...
Maravilhoso tu és, cheiroso tu és, digno tu és...
Deus!

Daniela Gomes de Almeida