Diário Virtual

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Labirinto


 

Seus olhos, seus lábios...
Seu jeito, seu sorriso;
Labirintos que me levam ao paraíso...
Perco o juízo ao olhar em teu olhar...
Me perco em teu sorriso...
É difícil não dizer que é amor...
É estranho pensar também que é amor...
Tão cheio de mistérios percorro um corredor,
que me levam de encontro ao seu amor...
Me perco, fico sem jeito,
que vontade de recostar em teu peito...
Te abraçar e contigo ficar...
Sofro a cada sorriso seu, a cada beijo seu...
Sofro por não poder contigo estar...
Sofro por apenas te olhar...
É estranho pensar que existe amor de tantas formas...
O mais triste é saber que te amo de uma forma que
não deveria te amar...
Meus olhos percorrem os seus...
Perco-me nas curvas de sua pele...
Fico louco de desejo só de sentir o teu cheiro...
Meus dias passam como dias nublados...
Páginas da minha vida ficaram em brancos...
Essas são as que fico te esperando, sabendo que é impossível.
Não há remédio para não te amar...
Assim como não há aminésia que me faça esquecer o teu olhar...
Estou te perdendo a cada segundo que passa...
Me mata o ciúmes dia a após dia...
Me mata o amor segundo a segundo...
Ouço canções que me levam a você...
De encontro a você, perco-me de mim mesmo... 

Daniela Gomes de Almeida

sábado, 24 de dezembro de 2011

É Natal



O significado do natal quando compreendido é vivido não só no mês de dezembro, mas em todos os trezentos e sessenta e cinco dias do ano...
Não se faz necessário um único dia para que todos estejam em paz e reunidos com suas famílias, isso devereia ser feito durante o ano todo...
Não se faz ideal um único dia para que possamos demonstrar amor e receber amor, isso deve ser feito todos os dias, meses e anos de nossas vidas...
Não se faz um único dia para se estar com o coração caloroso e perdoador, o certo seria que isto ocorrece durante a vida toda...
Natal não é só mais um dia... Marca-se o nascimento daquele que veio cumprir o propósito de Deus para a salvação da humanidade... marca o dia que Jesus veio ao mundo para que o vivessemos durante os trezentos e sessenta e cinco dias do ano e não somente um dia do mês de dezembro.
Ame as pessoas todos os dias do ano, não perca tempo em guardar ódio e mágoa no coração esperando que um dia seja o suficiente para perdoar ou amar...
Não espere o fim do ano chegar para se lembrar das pessoas que o rodeiam todos os dias... pode ser que o fim do ano não chegue para uma delas e sua oportunidade de demonstrar o quanto essa pessoa marcou sua vida pode vir a passar...
Quanto aos que nem conhecemos que passam necessidades, não fique de braços cruzados o ano inteiro esperando o natal chegar para ajudá-los, eles precisam de sua ajuda todos os dias enquanto houver vida...
Não fique esperando o final de ano para refletir suas ações do ano inteiro e tentar mudá-las... Você pode fazer isso sempre ao findar mais um dia seu!
Natal nos faz ficar melhores, porque não tentar ficar melhores os trezentos e sessenta e cinco dias do ano?
É lindo amar, é maravilhoso oferecer ajuda, é gratificante ser amado...
Que venhamos praticar isso não só nos fins de cada ano, mas em todos os dias de nossas vidas, pois marcamos a vida das pessoas a nossa volta a cada segundo, minuto, horas, dias, meses e anos...

 Daniela Gomes De Almeida

Feliz Natal a Todos!

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Tudo me lembra você

Algumas coisas me fazem lembrar você...
O pôr do sol ao se encontrar com o mar...
A música no rádio a tocar...
As pessoas que vem e vão o tempo todo...
O azul do céu...
É difícil imaginar meus dias sem você...
É incompreensível passar um dia longe de você...
As frases, os gestos, seu jeito...
Existe uma dor insuportável: te ver e não te ter...
Na vida passamos por tantos momentos, alguns refletem tudo o que desejamos...
Outros nos tiram a vida por dias, meses ou até mesmo anos...
É como se folheasse um livro do qual minha vida foi escrita e diversas páginas foram tiradas...
Até a íris de um olho me faz lembrar você...
Percebo que o tempo voa, e consigo leva o meu amor por você...
As folhas secas no inverno, os dias frios...
A ternura da primavera...
O frescor do vento...
Algumas coisas me lembram você e, são elas que mantêm-me de alguma forma vivo ainda...
Daniela Gomes de Almeida