Diário Virtual

sábado, 30 de abril de 2011

A sensação de amar


Você mexe com toda a minha estrutura,
nem mesmo a física e suas teorias seriam capazes
de medir a proporção do caos que a sua presença causa em mim;
É como uma ventania em meio à tempestade,
uma chuva de granizo em meio a cidade;
Basta um olhar, um único olhar teu
para que meu mundo seja abalado, perco o chão...
É como se o mundo parasse de girar, ou girasse mais rápido...
Um carrossel sem fim;
Te vejo e perco o sentido, você sem dúvida mexe comigo,
meus pés não tocam o chão e a minha emoção desconhece a razão...
Os Italianos costumam dizer que quando estão apaixonados
sentem borboletas em seus estômagos,
talvez essa seja a sensação de amar, perder a estrutura e até mesmo o ar;

Daniela Gomes de Almeida


sexta-feira, 29 de abril de 2011

Poesia


O mundo precisa de poesia,
assim como:
a natureza da água,
o carpinteiro da madeira,
as campinas do orvalho...
O mundo precisa de poetas...
Como vão sonhar os que sofrem?
Como vão imaginar os que sentem dor?
O mundo precisa de poesia!
O poeta se ocupa da magia,
se encanta com a alegria,
se preocupa com as rimas,
vive em contos imaginários,
e sonha com a realidade dos pensamentos!
O mundo precisa de magia,
de alegria, de nostalgia,
de tudo o que  um poeta diz em sua poesia!

Daniela Gomes de Almeida


Livre

Hoje eu me sinto livre para te adorar!
Me sinto livre das algemas que prendiam
minhas mãos de te louvar;
Me sinto livre das amarras que impediam
meus pés de caminhar;
Hoje eu sei que sou livre para te adorar;
Vejo que posso voar...
Sinto que consigo te tocar...
Percebo que posso te encontrar;
Hoje eu me sinto livre para descansar...
Me sinto livre para me entregar;
Me sinto livre para chorar, de alegria!
Em tuas mãos eu sei que posso descansar...

Daniela Gomes de Almeida


quinta-feira, 28 de abril de 2011

Amigo



Uma amizade não se desfaz de acordo com as diversas estações do ano;
Se mantem firme, fiel e aquecedora no inverno rigoroso da vida,
imposto pelas diversas situações;
Permanece acolhedora no outono: enquanto as folhas caem o amigo junto
a você as recolhe no quintal;
No sol intenso do verão a amizade se ilumina como o sol e brilha mais intensamente
como a lua, clareia a alma e traz luz a vida novamente.
E na primavera o amigo se faz como as flores, complementa a vida com a sua bela
e doce presença, se mantendo de uma maneira maravilhosa, perfumando e alegrando a vida
de uma maneira prazerosa.
Ao trocar as estações do ano o amigo também se faz essencial em todas elas, ele não teme
porque é inverno, não foge porque é outono, não te deixa porque é verão e não se desfaz
na primavera...
O amigo se faz presente em todas as estações de sua vida;
Um amigo verdadeiro permanece para sempre!

Daniela Gomes de Almeida

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Uma revolução em mim


A sua doce presença me invadiu de uma maneira inexplicável..
Incomparável são os teus abraços e a sua doçura...
Como, como explicar um amor assim?
Em sua direção meus olhos vão... te sigo por onde fores...
Não sou eu, mas é você em mim...
Não há lugar onde o teu amor não possa me encontrar..
A todo momento, todo instante penso em você, sinto você...
Ao acordar tenho a certeza que vou te encontrar...
Mais uma vez vejo seus olhos em minha direção, vou ao teu encontro...
Pelas manhãs vou te encontrar, todos os dias da minha vida, todas as noites vou te buscar...
Não há nada que me faça esquecer seu olhar...
Não há nada que possa te fazer de mim se afastar...
Vou te encontrar todos os dias e eternamente...
Sei que comigo você sempre vai estar e não há nada que possa me fazer
esquecer o teu olhar...
Em minha memória tudo ficou e nada poderá apagar...
A ternura do teu olhar ao me abraçar...
Marcas que ficarão para sempre...
Tão envolvente o seu jeito de me amar...
Como é bom ter o prazer de te amar...

Daniela Gomes de Almeida

Para Sempre


E o para sempre?
O que fizeram dele?
O século XXI aboliu o final:
para sempre!
Como?
As belas frases caíram no
esquecimento...
Os bons gestos saíram
de linha...
Os cumprimentos viraram
rotinas...
Mas, e o para sempre?
O que fizeram dele?
Ah, viva a princesa Izabel:
a escravidão acabou!
Acabou?
E a escravidão d' alma?
O século XXI aboliu o final:
para sempre!
Como?
O ódio se sobressai ao perdão...
A dor e as tragédias
viraram grandes notícias...
O amor está atrás das grades...
Mas, e o para sempre?
O que fizeram dele?
Foi enterrado como quem
enterra um objeto...
Caiu no esquecimento...
A rotina domina todas as
demais coisas que um dia nos
foram agradáveis...
Tudo caiu no esquecimento...
Os sorrisos?
As lágrimas de alegria?
E a felicidade de dizer eu te amo?
E o para sempre?
O século XXI precisa...
De mais amor!
Sentimentos verdadeiros sem pudor...
Olhares sinceros...
Abraços sem nada em troca...
E o para sempre?
Este nos será recíproco.

Daniela Gomes de Almeida






Que seja amor


Ah que seja amor;
Que seja como for...
Que venha da maneira que vier, mas que seja amor!
Puro e sensato...
Mas, que seja amor!
Ah que seja real, sem mentiras e enganos;
Mas, que seja amor!
Ah que seja amor...
Como a flor que no desabrochar mostra toda a sua beleza e exale seu perfume...
Mas, que seja amor!
Amor, amor e amor...
Que venha sem dor, ah que seja amor!
Com ternura e carinho, doce como o mel...
Puro como o abraço de uma criança...
Que seja amor!
Que em seus olhos eu veja o amor;
Que nas batidas do teu coração eu sinta o amor;
Ah que seja eterno...
Mas, que seja amor!

Daniela Gomes de Almeida

Em silêncio


Muito eu pude dizer em silêncio...
Existem momentos e acontecimentos, fatos e circunstâncias que se faz necessário calar e deixar o silêncio se pronunciar;
Há tempo de calar... Período em que o silêncio vai dizer o que a alma ousa gritar.
Houve momentos em que precisei calar para não deixar que a intolerância tirasse o lugar da compreensão; Calei-me para que a tolice não viesse a meus lábios falar;
Deixei que o silêncio tomasse o lugar das palavras que pudessem matar;
Eu quis gritar bem alto, mas deixei que o silêncio gritasse por mim;
O meu silêncio não me trouxe paz, mas evitou uma grande guerra!
No dia em que calei para não magoar alguém eu fui vencedor;
O silêncio muito me ensinou...
Houve momentos e dias em que pensei que o meu muito falar poderia trocar as coisas de lugar...
Compreendi que no instante em que me calei, o silêncio teve força maior;
Muito eu pude dizer em silêncio...
Que o silêncio de minhas palavras possam mostrar o caráter real e o verdadeiro valor das minhas palavras e expressar de fato meus sentimentos!

Daniela Gomes de Almeida

A sua lembrança ficou


A lembrança do seu rosto ficará para sempre gravada em minha memória;
Os momentos que juntos(as) passamos, os caminhos que cruzamos, os dias leais...
Quando você partiu deixou saudades, hoje eu descobri o significado desta terna palavra...
Ausência de alguém que se tornou muito especial...
Ah sim, quantas saudades sinto, cada passo que dou,
cada local que vou, tudo me traz a memória dos bons tempos que juntos(as) estivemos;
A sua falta é sentida com a mesma proporção com que você partiu;
Mas na memória ficou tudo o que de bom se passou, guardo como belas recordações...
As lembranças nos colocam lado a lado,
e a terna saudade aqui dentro fica pulsando tão firme quanto o coração!

Daniela Gomes de Almeida

terça-feira, 26 de abril de 2011

Precisas de algo mais?

A sociedade tornou-se faceira e interesseira;
O seja feita a minha vontade e somente a minha vontade tomou conta da nossa sociedade;
O Narcisismo dominou cada ser e o amor verdadeiro tornou-se escasso;
A hipocrisia abriu suas portas e fez com que muitos alienados entrassem por elas;
O pensamento e a razão deixaram de dar lugar a própria opinião;
Fantoches!
Pessoas são feitas e manipuladas como fantoches o tempo todo por falta de conhecimento;
Os grandes dominam os pequenos, e a corda sempre rebenta para o lado mais fraco;
As inverdades foram transformadas em um grande espetáculo de falsidade;
A corrupção agrupou-se a nossa sociedade;
Toda e qualquer verdade não corresponde aos fatos, intrigante e ilaria, nossa sociedade caiu em uma situação precária!
Daniela Gomes de Almeida

Lição do Amor

Se deixarmos o amor cair em rotina, deixaremos que o encanto se acabe e apagaremos a chama que um dia queimou ardentemente;
Se do amor fizermos apenas mais um sentimento banal, ele se perderá com o tempo e se desgastará;
O melhor seria que aprendêssemos a regar o amor e transformá-lo em algo novo a ser vivido todos os dias e não simplesmente a nos acostumar-nos com ele.
Deixar que o amor vire uma roupa velha é o mesmo que perder a essência de viver;
É envelhecer sem ter visto a vida passar;
Deixar que o amor se perca é o mesmo que escrever na areia e permitir que à água do mar à apague;
Que possamos ser sábios e não permitamos que o amor caia na rotina dos conflitos diários, mas que seja todos os dias alimentado para durar sempre...
Aqueça o amor com a lenha mais nobre que houver, assim você manterá a chama acesa eternamente!
Daniela Gomes de Almeida



Amizade


Amizade é um pedacinho de Deus em dois corpos onde suas almas aprendem a amar sem medidas um ao outro;
É olhar nos olhos do outro e ver que Deus está olhando para você; Amizade é o cuidado de Deus através de uma vida para com a outra;
É ver em alguém o zelo que Deus tem; Amizade é uma graça e não um dom... É uma dádiva e por isso é chamada de presente; É perceber que Deus age tornando um amigo em um verdadeiro irmão;
Amizade jamais acaba, sempre floresce e se fortalece nas diversas estações do ano; É compreender que algo que vem de Deus sempre se renova a cada manhã;
Amizade é amar como Deus ama; É algo sublime que foi gerado primeiro no coração de Deus!
Amizade consiste em sempre querer bem, em sempre estar por perto, mesmo que em pensamentos e orações... É definitivamente o presente mais belo que Deus nos concedeu sem dúvida alguma, quem tem um amigo deve cuidar dele como Deus cuida, pois um amigo é um pedacinho de Deus na terra, não é nosso, é um empréstimo que Deus nos dá, por isso cuide como se fosse seu!
Amizade é amizade, é um companheirismo recíproco, onde ambas as almas se entrelaçam em Deus e se tornam tão cúmplices como se fosse uma única!
Daniela Gomes de Almeida


Aprendendo a te amar

Sinto que eu posso aprender a te amar, ensina-me;
Creio que posso voar, dá-me asas;
Posso alcançar os céus, toca-me;
Eu sei que tudo pode ser mudado, beija-me;
Sei que o frio pode ser aquecido, abraça-me;
A solidão pode ter um fim, envolva-me;
Todas as feridas podem ser cicatrizadas, cura-me;
O medo pode surgir, proteja-me;
A dor pode aparecer, guarda-me;
Sinto que posso alcançar-te, ampara-me;
Creio que sou frágil, segura-me;
Posso tropeçar e cair, levanta-me;
Sei que posso ser envolvido com o teu amor, aqueça-me;
Eu sei que posso ser transformado, ama-me;
(Senhor)
Daniela Gomes de Almeida

Olhos nos olhos

Ver-te frente ao espelho... O espelho não pode mostrar quem tu és;
A menos que queiras ver o espelho da alma frente a frente com você!
Cada olhar uma intenção... Por trás de cada gesto uma ação;
E, para toda ação uma reação!
O espelho não pode mostrar o que está por dentro; A menos que queira ver o espelho da sua alma... O seu interior é o seu espelho!
Um olhar que vem e bate em retirada nada pode revelar...
Mas, olhos nos olhos podem traduzir a realidade dos fatos verdadeiros...
O espelho nada pode mostrar...
A menos que queira ver de fato quem realmente tu és
e o que significa ver o teu olhar frente a você...
A beleza está no que o interior é capaz de revelar!
Isso, o espelho não pode mostrar.
Daniela Gomes de Almeida

Complexidade


Em sua ignorância calei-me;
Na sua ingratidão fiz-me cego;
Já nem sei a cor do teu olhar...
Tua incompreensão fez-me chorar;
Seu mal tratar me deixou sem lugar;
Já não ouço a melodia de tua voz...
Fiz-me mudo em muitas vezes que precisei falar;
Agi como tolo nas vezes que precisei calar;
Senti sua falta...
Em sua insensatez fiz-me surdo;
Na sua negligência fiz-me insensato;
No teu amor... Houve amor...
Fiz-me amável;
Dani Gomes


Flores

Nascerão flores nos campos minados;
Mesmo nas regiões áridas sei que as flores exalarão seu perfume;
No cansaço da alma flores brotarão como em tempo de primavera...
Os pés pisaram em espinhos,
mas as flores continuam surgindo como o romper da aurora pela manhã;
Mesmo na terra sem adubo com toda a sua infertilidade,
flores serão produzidas como o orvalho na madrugada;
No intenso frio da solidão e no medo da escuridão,
flores nascerão em meio ao deserto pela fé!
Daniela Gomes de Almeida

O Circo

O mundo é um circo e o palhaço desse espetáculo sou eu;
A importância não está em ser o palhaço, a importância está em fazer da vida um circo e dela tirar o que há de mais encantador e singelo;
O palhaço aprendeu a sorrir compreendendo que, com os obstáculos que o circo lhe impôs seu sorriso seria capaz de transcrever que a vida é o espetáculo mais belo que há, e que, o palco é tudo o que o palhaço necessita para crescer;
O protagonista principal desse circo é o palhaço e o palhaço sou eu;
Com os olhos enxerguei como um palhaço, enxerguei que a vida pode ser bem melhor, depende apenas de como desejamos olhar;
 Um palhaço, e o palhaço sou eu, vê a vida de cima de um palco, olhando sempre para a platéia esperando que essa lhe ofereça os risos de reciprocidade;
A grande questão é que no circo da vida o palhaço sou eu, e com tantas palhaçadas nesse circo ganhei a perspectiva que um pequeno gesto pode fazer toda a diferença;
E o palhaço sou eu nesse circo da vida!


Daniela Gomes de Almeida

Pensamentos Contraditórios



Quem dera se todos os filósofos tivessem pensado tanto
pra entender que há somente um criador soberano...
Quem dera se todos os cientistas tivessem gasto tempo não tentando provar
que Deus não existe, pelo contrário, tivessem usado sua inteligência para aceitá-lo!
É uma pena ver que tanta ganância só trouxe destruição para o próprio homem que insistiu na mesma...
Quem dera que todos os que se consideram lúcidos e dizem serem donos do saber fossem tão sábios quanto alguns loucos que reconhecem que só existe um único Deus;
Quem dera se todos os poetas tivessem investido seu amor maior em Deus ao invés de dedicá-lo somente a si mesmos;
É realmente muita coisa é contraditória, aos olhos humanos...
Quem dera entendêssemos que Deus jamais escreve certo por linhas tortas; é o inverso Deus escreve certíssimo por linhas retas;
Muito há a se aprender...
Deus disse que usaria as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias e que usaria as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes...
Quem dera se todos nós entendêssemos isso: que os pensamentos de Deus
jamais serão como os nossos...

Daniela Gomes de Almeida