Diário Virtual

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Cômico mais é amor

E quem vai me convencer dizendo que não é amor?
Ai de mim te amar assim;,
Navego no teu riso,
me embriago de paixão...
Vejo fotos no retrato, as molduras envelhecidas,
 as lembranças jamais esquecidas,
quem vai me dizer que não existe um amor assim?
Ai de mim te amar assim;
Uma neblina de reações explodem dentro de mim,
não diga pra não te amar assim;
Nos tornamos um dentro de mim,
na árvore nossos nomes registrados,
momentos gravados,
contos de um sonho bem contado...
Ai de mim te amar assim;
Me enlouqueço de amor,
Me viro do avesso,
tropeço no recomeço e caio em teu jeito...
Convença-me de que não há amor assim!
Ai de mim te amar tanto assim;

Daniela Gomes de Almeida

Um comentário: