Diário Virtual

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Para Sempre


E o para sempre?
O que fizeram dele?
O século XXI aboliu o final:
para sempre!
Como?
As belas frases caíram no
esquecimento...
Os bons gestos saíram
de linha...
Os cumprimentos viraram
rotinas...
Mas, e o para sempre?
O que fizeram dele?
Ah, viva a princesa Izabel:
a escravidão acabou!
Acabou?
E a escravidão d' alma?
O século XXI aboliu o final:
para sempre!
Como?
O ódio se sobressai ao perdão...
A dor e as tragédias
viraram grandes notícias...
O amor está atrás das grades...
Mas, e o para sempre?
O que fizeram dele?
Foi enterrado como quem
enterra um objeto...
Caiu no esquecimento...
A rotina domina todas as
demais coisas que um dia nos
foram agradáveis...
Tudo caiu no esquecimento...
Os sorrisos?
As lágrimas de alegria?
E a felicidade de dizer eu te amo?
E o para sempre?
O século XXI precisa...
De mais amor!
Sentimentos verdadeiros sem pudor...
Olhares sinceros...
Abraços sem nada em troca...
E o para sempre?
Este nos será recíproco.

Daniela Gomes de Almeida






Nenhum comentário:

Postar um comentário